Ricardo Fernandes Luiz

Agile, desenvolvimento de software, gestão, marketing, e tecnologia em geral

Planejando suas iterações com o TFS 2010

with 2 comments

Neste post apresentarei como planejamos uma sprint utilizando o TFS 2010 com o template MSF for Agile 5.0

Vou admitir que você já tenha criado o team project com o template MSF for Agile 5.0

O primeiro passo que devemos realizar é a construção do Product Backlog.  O product backlog é formado por uma lista de User Storys que devem ser priorizadas do maior para o menor valor para o cliente, com a finalidade de planejarmos e entregarmos primeiro as funcionalidades de maior valor. Você pode ler mais sobre como criar um bom Product Backlog aqui. Segue link para saber mais sobre o que é scrum?

Dentro da pasta “Shared Documents” do seu Project Portal existe uma planilha chamada “Product Planning”, conforme figura abaixo:

 

Na primeira aba da planilha será apresentada a lista de User Storys, conforme abaixo:

 Product Backlog

Você pode cadastrar as User Storys diretamente na planilha e clicar no botão Publish, para as alterações serem efetuadas no TFS. Cada User Story deve ser medida em Story Points pelo time e deve ser selecionada a iteração a qual pertence em “Iteration Path”. Você também pode criar as User Storys no Project Portal clicando em New Work Item / User Story.

Na segunda aba da planilha “Product Planning” temos a configuração das iterações, nela informamos qual é a data de início e fim de cada iteração e o tamanho do time. É exibido um gráfico com a velocidade do time, conforme abaixo:

 Product Planning

Temos ainda a aba Interruptions onde podemos configurar feriados e dias não trabalhados da equipe. Aqui configuramos as interrupções de todo o time, também temos como configurar uma interrupção de um membro específico do time dentro da planilha de planejamento da sprint que será explicada a seguir.

O próximo passo é o planejamento da iteração. Na sprint planning o time deve quebrar as User Storys em tarefas e estimá-las em horas.

No TFS para criar a Task você deve selecionar a User Story e clicar no botão “Add New Linked Work Item”, selecione no campo Link Type a opção Child, e escreva um título para a Task.

 

Você deve preencher os campos “original estimate”, “remaining” e “completed” com a estimativa original em horas, o número de horas que faltam e o tempo completo, respectivamente. Como a tarefa acaba de ser criada o “original estimate” e o “remaining” serão iguais e o completed será 0. Assim que concluirmos a tarefa devemos mudar o estado para “closed” e preencher o campo remaining com 0 e o completed com o número de horas que a tarefa levou para ser concluída. Você deve ainda selecionar em Iteration, em qual interação esta tarefa estará.

Depois de estimarmos todas as tarefas que irão na próxima sprint você deve configurar a planilha “Iteration Backlog.xlsm” ela deverá ficar dentro da pasta shared documents\”Sua iteração”. Você pode copiar esta planilha da pasta “Documents \ Samples and Templates \ Document Template – Iteration Backlog.xlsm”

 

Abrindo a planilha na primeira aba “Iteration Backlog” temos todas as tarefas que foram cadastradas para a iteração atual.

 

Na segunda aba “Settings”, configuramos  a data de início e fim da iteração.

 

Na aba iterruptions podemos definir interrupções específica do membro do time.

 

Na terceira aba “Capacity” temos uma visão gráfica da alocação do time. Podemos configurar quantas horas cada membro do time poderá destinar a iteração e assim termos uma visão se será possível terminar os itens selecionados dentro da sprint.

 

Quando algum membro do time estiver com muitas tarefas, podemos voltar na aba Iteration Backlog e mudar o campo “Assigned To” para um membro do time que tiver horas ociosas, mostradas em verde.

 

O objetivo deste gráfico é mostrar se o estimado está dentro do possível, durante a sprint caso o time sinta necessidade poderão ser alteradas as pessoas que irão executar as tarefas. Com as tarefas balanceladas o time pode dar início a sprint. Alterando as tarefas para “closed’ quando forem concluídas e o campo completed work com o número total de horas gastas na tarefa e o remaining work para 0.

Written by Ricardo F. Luiz

11/08/2010 às 1:00 am

Publicado em Agile, MSF Agile, Scrum, TFS, VSTS 2010

2 Respostas

Subscribe to comments with RSS.

  1. Excelente post Ricardão. Logo logo vc vira MVP de TFS, hehehehe… Zueira.

    Continue falando de TFS. Falta material em portugues sobre isso, e vc tem experiência DE VERDADE com a ferramenta.

    Abraços!

    Leonardo Neves

    14/08/2010 at 5:22 am

    • Valeu Leo!

      Com certeza mais posts virão!
      Só tenho a agradecer ao time do SDC com quem temos adquirido essa experiência e que me mostrou o quanto é importante compartilha-la!

      Abraços!

      ricardofluiz

      14/08/2010 at 6:54 pm


Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: